• date_range 31/01/2020
  • access_time 1 min de leitura
  • person Comicro

COOPAVE - Uma cooperativa que vem fazendo a diferença

O município de São Bento do Una, situado no Agreste Central de Pernambuco, é conhecido como a Capital do Ovo do Nordeste, onde se produz cerca de 50 ovos por segundo e, onde se concentra 60% da produção de ovos e 50% da produção de frangos do estado. Estimativas baseadas no PIB da avicultura do estado apontam que, apenas a produção de ovos do Agreste Pernambucano movimenta, hoje, cerca de R$ 690 milhões por ano.

Diante de todo o potencial da avicultura no município de São Bento do Una, em 2017, alguns pequenos avicultores procuraram o SEBRAE a fim de melhorar as condições de produção e comercialização do ovo. Inicialmente, o SEBRAE realizou uma pesquisa local, para saber quais as principais dificuldades dos avicultores na produção e na comercialização do ovo, bem como, sua capacidade de produção.

Com base na pesquisa de mercado que o SEBRAE/PE realizou com os avicultores de postura do município, a grande necessidade apontada por 81,6% dos produtores foi a quantidade e qualidade da água para abastecer as granjas causando enormes prejuízos pelo valor cobrado do produto, como também, por causar doenças e morte de galinhas pela má qualidade da água.

Em segundo lugar, foi mencionado a falta ou dificuldade de crédito para o setor, seguido pela necessidade de ter novas alternativas de mercado, ainda foi ressaltada a necessidade de capacitações e acesso a novos mercados.

Diante deste estudo, buscamos a parceria do SEBRAE, da Prefeitura de São Bento do Una e da ADDIPER para melhorarmos as condições de produção e comercialização do ovo.

O primeiro projeto construído com o SEBRAE teve a parceria com a ADDIPER, firmando o Convênio 12/2018, totalizando um investimento de R$ 166.660,00, dos quais 70% do valor foi subsidiado pelo SEBRAE e 30% pela ADDIPER, ficando para os avicultores atendidos, a responsabilidade do comprometimento e os insumos necessários para a execução das ações.

Em contrapartida aos apoios recebidos pelo SEBRAE e a ADDIPER, a COOPAVE organizou o CPO (Centro de Processamento do Ovo) a fim de receber os ovos dos cooperados, processá-los e fazer a distribuição para o mercado. A nossa primeira venda coletiva foi de 5.300 bandejas de 30 ovos cada, totalizando 159mil ovos. Cada cooperado forneceu sua produção de ovo para atingirmos esse montante.